Uma NF-e somente será denegada  pela SEFAZ no momento da atualização quando for encontrada alguma irregularidade fiscal nos dados do destinatário da mercadoria, como a situação da Inscrição Estadual cancelada, baixa deferida ou em processo de baixa.

 

Exemplo de NF-e Denegada: 

Quando a NF-e for denegada o campo situação será preenchido com  a informação 302 – Uso Denegado : Irregularidade fiscal do destinatario e também a situação no quadro dados do sistema vai estar como Denegada.

 

Como resolver:

Não é possível reutilizar uma numeração denegada. Deve-se, nessa situação, emitir uma nova NF-e com os mesmos dados da NF-e denegada. Antes de emitir uma nova NF-e é necessário consultar a situação da Inscrição Estadual do destinatário indicado na NF-e  acessando o site http://www.sintegra.gov.br/ ou usando a opção consulta SINTEGRA disponível no cadastro do cliente.

 

Ajustar cadastro destinatario:

Na consulta do SINTEGRA quando a situação da Inscrição Estadual estiver baixada, cancelada, em processo de baixa, ou seja, a situação esta diferente de ativa. É necessário ajustar o cadastro do destinatário acessando o Menu Cadastros>>Pessoas>>Pessoas, localizar o cadastro, editar o cadastro (botão alterar), no campo RG/IE remover o número e alterar a classe do ICMS para Não contribuinte, salvar os dados e emitir uma nova NF-e.

 

Este material foi útil?